62 Anos de História no Brasil

62 Anos de História no Brasil

A Cantina e Pizzaria Speranza, que vai completar 63 anos de história em 2021, tem uma trajetória de sucesso, com definitivas contribuições à gastronomia de São Paulo. Foram os Tarallo que trouxeram ao Brasil a pizza Margherita, a clássica de Nápoles, e aqui a consagraram.

Tudo começou com o talento e a disposição da família Tarallo, que, no final dos anos 1950, deixou a terra natal, Nápoles, atravessou o oceano e fincou âncora em solo brasileiro. Seo Francesco Tarallo com o filho Giovanni e, logo depois, Dona Speranza com o filho Antonio, trouxeram na bagagem o espírito empreendedor e várias receitas, aquelas elaboradas no dia a dia em família, com a tradição do Sul da Itália.

Família unida na metrópole, logo começou a preparar suas receitas. Inicialmente em pequenas instalações, para um pequeno público. No cardápio enxuto estava o jeito napolitano de se fazer pizza e, com a tradição napolitana, criar novidades na gastronomia paulistana, que se tornaram verdadeiros clássicos: Pizza Margherita, Pizza Napoletana, Calzone (pizza fechada), Tortano (o genuíno pão de linguiça napolitano) e a Pastiera di Grano em receita exclusiva da família, do jeito que se faz na região de Nápoles.

Anterior
Próximo

Tradição que fez História

Não demorou para que os Tarallo buscassem um espaço maior. Assim, a Speranza foi inaugurada no casarão da Rua Treze de Maio, 1004, onde está até hoje. Em 1979, nascia a segunda unidade, em Moema, na Avenida Sabiá. A Speranza foi crescendo, ganhando a admiração dos paulistanos e tornando-se referência absoluta da boa e autêntica gastronomia napolitana na cidade, ícone de pizza com identidade.

Com o objetivo de preservar, promover e valorizar a qualidade, a imagem e a tradição da hospitalidade italiana e de seus produtos, aconteceu, em São Paulo, a 4ª edição do Ospitalità Italiana – Ristoranti Italiani nel Mondo. A entrega dos certificados de qualidade para restaurantes com fortes características italianas foi realizada no dia 16 de novembro, no Circolo Italiano, na capital paulista.